terça-feira, abril 16, 2024
Home Brasil 65% dos alunos buscam currículo flexível para o ensino médio, mostra pesquisa do Todos pela Educação

65% dos alunos buscam currículo flexível para o ensino médio, mostra pesquisa do Todos pela Educação

por biancacamargo
0 Comente
65%-dos-alunos-buscam-curriculo-flexivel-para-o-ensino-medio,-mostra-pesquisa-do-todos-pela-educacao

Uma pesquisa realizada a pedido da ONG “Todos pela Educação”, em parceria com o Datafolha, ouviu jovens de 14 a 16 anos de escolas públicas e privadas de todas as regiões do Brasil, sobre o Novo Ensino Médio para compreender o que eles pensam da estrutura curricular do ensino a partir do modelo de escola desejado.

A maioria dos estudantes, cerca de 65%, querem um ensino flexível, em que possam se aprofundar em disciplinas do interesse ou até mesmo fazer curso técnico no Ensino Médio. Os outros 35% preferem uma escola com as mesmas disciplinas para todos os alunos.

Para o diretor de Políticas Públicas do Todos Pela Educação, Gabriel Corrêa, a pesquisa traz um retrato de que muitos jovens brasileiros desejam ter uma formação técnica profissional ao longo do ensino médio, “quanto mais o Brasil conseguir desenhar um modelo de Ensino Médio e implementar o modelo que permita o jovem estudar e fazer o curso técnico de forma integrada, melhor, a muita demanda para isso e é muito importante para o para educação brasileira e para o futuro do nosso país”, afirma Corrêa.

Pesquisa foi realizada com jovens de 14 a 16 anos que ingressaram no ensino médio no Brasil em 2024/ Reprodução CNN

“Então, sair de um modelo tradicional como era antes, em que todos os jovens faziam as mesmas disciplinas e ir para o modelo como um novo Ensino Médio atual em que o estudante pode aprofundar em algumas disciplinas ou fazer um curso técnico é o desejo desses ingressantes do ensino médio”, diz Gabriel Corrêa.

Mais de 80% dos alunos disseram que, se pudessem escolher aprofundar os estudos em disciplinas de interesse, escolheriam apenas uma área do conhecimento. Já 15% decidiram por duas áreas.

Pesquisa ouviu mais de 400 alunos de escolas públicas e privadas de todas as regiões do Brasil. / Reprodução CNN

Os alunos têm mostrado que esse novo modelo de ensino pode ser positivo para o futuro profissional, como é o caso da Sara Pereira de 15 anos, que estuda em uma escola estadual de São Paulo. Para ela poder fazer um curso técnico, já com o ensino médio abre portas na hora de buscar emprego “porque saindo do Ensino Médio agora a gente vai poder sair com um técnico, então a gente pode colocar alguma coisa no nosso currículo”, afirma a estudante.

“A nossa escola, ela já vem introduzindo a gente com alguns assuntos sobre o itinerário, então eles explicam bastante como que isso vai funcionar na nossa escola. A gente tem tutores, então eles também têm esse trabalho de acompanhar no geral assim o ensino médio as matérias. Elas têm sido bem dinâmicas”, diz Sara.

Sobre o novo Ensino Médio, 53% dos alunos da escola pública e 50% da escola privada disseram não ter conhecimento. Outros 27% da pública e 37% da privada disseram tomar conhecimento, mas saber mais ou menos. Um número muito pequeno ainda, 8% da pública e 4% da privada, disseram estar bem informados sobre esta nova configuração de ensino.

/ Reprodução CNN

você pode gostar

SAIBA QUEM SOMOS

Somos um dos maiores portais de noticias de toda nossa região, estamos focados em levar as melhores noticias até você, para que fique sempre atualizado com os acontecimentos do momento.

categorias noticias

noticias recentes

as mais lidas

News Post 2025 © Todos direitos reservados