segunda-feira, abril 22, 2024
Home Brasil Acre distribui primeiras remessas de medicamentos do Ministério da Saúde a municípios atingidos pela cheia dos rios

Acre distribui primeiras remessas de medicamentos do Ministério da Saúde a municípios atingidos pela cheia dos rios

por RIGUE
0 Comente
acre-distribui-primeiras-remessas-de-medicamentos-do-ministerio-da-saude-a-municipios-atingidos-pela-cheia-dos-rios

O governo do Acre iniciou, nesta sexta-feira (1º), a distribuição dos insumos e medicamentos do Ministério da Saúde (MS) aos municípios atingidos pelas cheias dos rios do estado. Mais de 15 cidades estão em situação de calamidade pelas inundações.

A primeira remessa disponibilizada pelo Governo Federal vai ser encaminhada para os municípios de Assis Brasil, Brasileia, Jordão, Plácido de Castro e Santa Rosa do Purus.

O governador Gladson Cameli e o titular da Secretaria de Saúde (Sesacre), Pedro Pascoal, estiveram no galpão do órgão, em Rio Branco, para despachar os primeiros kits. Cameli informou que após essa distribuição, será feita a remoção de entulhos e a recuperação as casas que foram danificadas.

Segundo a administração estadual, as águas começaram a recuar consideravelmente em alguns municípios e o governo já se prepara para a fase de limpeza e higienização das moradias e ruas afetadas.

O secretário de Saúde, Pedro Pascoal, ressaltou a importância dos medicamentos e insumos no momento de descida das águas. Quando as pessoas retornam para suas casas, é o período que ficam suscetíveis a doenças.

“As doenças vêm quando o nível das águas baixa. Nessa ocasião, como estado, precisamos prover o mínimo das condições de atendimento à população. Jordão foi um dos municípios mais atingidos, onde tivemos que montar um hospital de campanha”, explicou.

A chefe do Departamento de Assistência Farmacêutica e Insumos (Dafi) da Sesacre, Suelen Dantas, afirmou que a escolha dos contemplados foi feita pelo MS, atendendo às diretrizes estabelecidas.

“Recebemos cinco kits calamidade, cada um com 32 medicamentos diferentes e 16 insumos [4500 itens em cada kit], como seringas, gazes, máscaras e luvas. Um kit tem a capacidade de atender até 1.500 pessoas, e já existe a previsão de mais remessas na próxima semana”, afirmou.

O governador ressaltou também a necessidade de um planejamento de médio e longo prazo para remover as famílias da cidade de Brasileia para bairros que não alagam. O município tem a maior parte de sua área na parte baixa. “A solução, não temos outra alternativa, é planejar a cidade para a parte alta, senão nos próximos anos essa situação vai continuar acontecendo”, concluiu.

você pode gostar

SAIBA QUEM SOMOS

Somos um dos maiores portais de noticias de toda nossa região, estamos focados em levar as melhores noticias até você, para que fique sempre atualizado com os acontecimentos do momento.

Facebook Twitter Youtube Linkedin Envelope Instagram

categorias noticias

noticias recentes

Charles 3º aparece com Camilla em seu primeiro cartão de Natal como rei Após 25 dias, cápsula de missão lunar sem tripulação cai no Oceano Pacífico Após contagem regressiva, luzes de árvore de Natal de Lisboa falham e vídeo...

as mais lidas

Charles 3º aparece com Camilla em seu primeiro cartão de Natal como rei Após 25 dias, cápsula de missão lunar sem tripulação cai no Oceano Pacífico Após contagem regressiva, luzes de árvore de Natal de Lisboa falham e vídeo viraliza “Nossa simples existência é ilegal”: russos LGBTQIA+ temem pelo futuro

News Post 2025 © Todos direitos reservados