terça-feira, abril 16, 2024
Home Mundo Alemanha lidera pedido da UE por mais sanções contra Rússia por morte de Navalny

Alemanha lidera pedido da UE por mais sanções contra Rússia por morte de Navalny

por marianacatacci
0 Comente
alemanha-lidera-pedido-da-ue-por-mais-sancoes-contra-russia-por-morte-de-navalny

Países da União Europeia, incluindo a Alemanha, pediram nesta segunda-feira (19) novas sanções a Moscou por causa da morte do líder da oposição preso Alexei Navalny, enquanto discutiam um pacote de novas penalidades para marcar dois anos da guerra da Rússia contra a Ucrânia.

A Hungria é o único Estado da UE que ainda não aprovou as restrições propostas contra quase 200 outras empresas e pessoas consideradas envolvidas na guerra, no 13º pacote de sanções do bloco contra a Rússia desde que Moscou invadiu a Ucrânia em 24 de fevereiro de 2022.

O principal diplomata da UE sugeriu que autoridades da prisão russa ligadas à morte de Navalny poderiam ser adicionadas à lista de pessoas sujeitas a congelamento de bens e proibição de viagens.

Não havia confirmação imediata sobre quaisquer medidas mais contundentes que pudessem atingir a economia mais ampla da Rússia, e um diplomata da UE disse que até agora parecia que quaisquer novas sanções específicas relacionadas à morte de Navalny seriam “simbólicas” e viriam depois.

A ministra das Relações Exteriores da Alemanha, Annalena Baerbock, disse que espera que a UE chegue a um acordo sobre o 13º pacote de sanções em breve. As autoridades da UE afirmam que isso pode acontecer na quarta-feira (21), se Budapeste der seu sinal verde.

“Vimos a força brutal com que o presidente russo reprime seus próprios cidadãos que saem às ruas para se manifestar em favor da liberdade ou escrever sobre isso nos jornais”, disse ela. “Proporemos novas sanções à luz da morte de Alexei Navalny.”

Navalny morreu em uma prisão no Ártico uma semana antes da marca de dois anos da invasão em grande escala de Moscou na Ucrânia.

O principal diplomata do bloco disse que espera que os países da UE busquem sanções direcionadas contra certas autoridades russas por causa da morte do opositor do Kremlin, um ex-advogado de 47 anos que construiu seu perfil no combate à corrupção estatal na Rússia.

“Os Estados membros (da UE) irão propor sanções com certeza contra os responsáveis”, afirmou o chefe de política externa do bloco, Josep Borrell, que presidiu as negociações de segunda-feira entre os ministros das Relações Exteriores da UE em Bruxelas. “O grande responsável é o próprio Putin.”

“Podemos descer até a estrutura institucional do sistema penitenciário da Rússia”, disse ele, indicando quem o bloco poderia sancionar em seguida. “Mas sem esquecer de quem é realmente responsável pela morte de Navalny.”

A Suécia e a Lituânia também estavam entre os que pediram sanções.

você pode gostar

SAIBA QUEM SOMOS

Somos um dos maiores portais de noticias de toda nossa região, estamos focados em levar as melhores noticias até você, para que fique sempre atualizado com os acontecimentos do momento.

categorias noticias

noticias recentes

as mais lidas

News Post 2025 © Todos direitos reservados