terça-feira, fevereiro 20, 2024
Home Região Brasil inicia vacinação contra a dengue nesta sexta-feira pelo DF

Brasil inicia vacinação contra a dengue nesta sexta-feira pelo DF

por Edis Henrique Peres do R7 em Brasilia
0 Comente
brasil-inicia-vacinacao-contra-a-dengue-nesta-sexta-feira-pelo-df

A vacinação contra a dengue no Brasil vai começar nesta sexta-feira (8) pelo Distrito Federal. A capital do país recebeu 71.708 doses do imunizante, que será distribuído exclusivamente para crianças de 10 e 11 anos. A previsão inicial era de que todas as crianças e adolescentes de 10 a 14 anos recebessem a primeira dose, mas a quantidade recebida não foi suficiente. Em pouco mais de um mês, o Brasil já registrou 392,7 mil casos prováveis da doença e 54 mortes, segundo o painel InfoDengue atualizado pelo ministério.

Do total, 48,6 mil casos prováveis são registrados no Distrito Federal. A capital do país lidera o ranking de incidência com 1.727 contaminações por 100 mil habitantes. O segundo colocado, Minas Gerais, tem uma incidência de 660 por 100 mil habitantes, seguido pelo Acre (539) e Paraná (386).

A partir das 8h:
– UBS 02 Asa Norte – EQN 114 115 Área Especial 1;
– UBS 01 Cruzeiro – Área Especial – Lote 01;
– UBS 02 Guará – QE 23 Lote C 2;
– UBS 01 Riacho Fundo I – QN 09, Área Especial 11;
– UBS 03 Paranoá Parque – Quadra 2, CONJUNTO 6;
– UBS 05 Arapoangas – Quadra 12 D Conj A;
– UBS 02 Sobradinho II, Rodovia DF 420, Complexo de Saúde Setor de Mansões;
– UBS 01 Santa Maria – QR 207/307 Conjunto T Lote 2;
– UBS 05 Gama – Quadra 38 Área Especial SC Setor Leste 38; e
– UBS 01 Jardins Mangueiral – Praça de Atividades 2

A partir das 13h:
– UBS 6 Taguatinga – Setor C Sul AE 01;
– UBS 2 Samambaia – QS 611;
– UBS 3 Ceilândia – QNM 15 Lote D;
– UBS 16 Ceilândia – Sol Nascente – Quadra 500 AE S/N Trecho 1 Sol Nascente; e
– UBS 1 Brazlândia – Entrequadra 6/8 Área Especial 3 – Setor Norte;

A Ministra da Saúde, Nísia Trindade, já reforçou que a vacina da dengue não é a solução para a crise vivenciada hoje em alguns estados e que é necessário combater os focos do mosquito para vencer a doença. “O mais importante nesse momento é nós afirmarmos que as mortes são evitáveis. Desde que haja hidratação, desde que haja o cuidado adequado”, ressaltou.

Nesta semana, a ministra chegou a fazer um pronunciamento nacional pedindo a união dos brasileiros no combate ao mosquito Aedes aegypti. “Várias cidades brasileiras estão enfrentando uma situação de emergência devido ao grande aumento de casos de dengue. Este é o momento de intensificar os cuidados e a prevenção. Agora é hora de todo o Brasil se unir contra a dengue”, disse.

No discurso, a ministra atribuiu a situação de emergência enfrentada por diversas cidades do país ao calor recorde e às chuvas acima da média registradas desde o ano passado, que contribuíram para o aumento dos focos do mosquito Aedes aegypti. A explosão de casos de dengue levou o Acre, Minas Gerais, Goiás e Distrito Federal a decretarem situação de emergência em saúde pública.

Este ano, o Ministério da Saúde pretende entregar 6,5 milhões de doses, além de outras 9 milhões já garantidas para 2025. O público-alvo são crianças e adolescentes entre 10 e 14 anos, que, segundo a pasta, é a faixa etária com maior número de hospitalizações depois dos idosos, que ainda não têm a liberação da vacina pela Anvisa.

O ministério escolheu as cidades que vão receber o imunizante levando em consideração os municípios com mais de 100 mil habitantes que possuem alta transmissão de dengue; maior número de casos em 2023 e 2024; e predominância da dengue tipo 2 em dezembro do ano passado. A vacina vai ser aplicada em 521 cidades. 

você pode gostar

SAIBA QUEM SOMOS

Somos um dos maiores portais de noticias de toda nossa região, estamos focados em levar as melhores noticias até você, para que fique sempre atualizado com os acontecimentos do momento.

categorias noticias

noticias recentes

as mais lidas

News Post 2025 © Todos direitos reservados