segunda-feira, abril 15, 2024
Home Saúde Brasil registra 44 mortes e mais de 20 mil casos de dengue em um dia

Brasil registra 44 mortes e mais de 20 mil casos de dengue em um dia

por Giovanna Inoue do R7 em Brasilia
0 Comente
brasil-registra-44-mortes-e-mais-de-20-mil-casos-de-dengue-em-um-dia

O Brasil registrou 258 mortes causadas por dengue nesta sexta-feira (1º), 44 a mais que no dia anterior. Também foram registrados mais de 21 mil casos e 651 mortes continuam sob investigação. A taxa de incidência da doença aumentou para 511,4 por 100 mil habitantes. O Distrito Federal é a região com o maior coeficiente de incidência no país, seguido por Minas Gerais, Espírito Santo, Paraná e Goiás. A faixa etária mais acometida é a de 30 a 39 anos, seguida por aqueles que têm entre 40 a 49 e 50 a 59. Mulheres são as mais infectadas pela dengue (55,4%).

Devido ao aumento de casos, seis estados brasileiros (Acre, Goiás, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio de Janeiro e Santa Catarina) e o Distrito Federal decretaram estado de emergência em saúde pública devido à dengue. Em resposta a essa situação, o Ministério da Saúde anunciou a realização de um Dia Nacional de Mobilização contra a Dengue no próximo sábado (2), como parte dos esforços para conter o avanço da doença.

Além disso, a pasta vai destinar R$ 1,5 bilhão para estados e municípios para apoiar no combate à dengue. Um primeiro repasse de R$ 23,4 milhões foi autorizado nesta terça-feira (27) para locais que decretaram estado de emergência por dengue ou outra arbovirose.

Gestantes com dengue

O Brasil registrou 5.151 casos de gestantes infectadas pela dengue nas seis primeiras semanas epidemiológicas de 2024 – até 10 de fevereiro. Esse número representa um aumento de 345,2% em comparação ao mesmo período de 2023, quando foram 1.157 diagnósticos.

A região Sul apresentou o maior aumento percentual, com 1.088,7%, seguido do Sudeste (392,2%) e Centro Oeste (346,3%). Os dados constam no Manual de Prevenção, Diagnóstico e Tratamento da Dengue na Gestação e no Puerpério, divulgado nesta sexta-feira (1º), pelo Ministério da Saúde.

Segundo o documento, mulheres grávidas têm um risco maior de desenvolver a forma grave da doença do que as não gestantes. Do total de casos registrado neste ano, 4,4% evoluíram para um quadro considerado crítico.

você pode gostar

SAIBA QUEM SOMOS

Somos um dos maiores portais de noticias de toda nossa região, estamos focados em levar as melhores noticias até você, para que fique sempre atualizado com os acontecimentos do momento.

categorias noticias

noticias recentes

as mais lidas

News Post 2025 © Todos direitos reservados