segunda-feira, abril 22, 2024
Home Mundo Cessar-fogo de seis semanas basicamente aceito por Israel e está à espera do Hamas, diz autoridade dos EUA

Cessar-fogo de seis semanas basicamente aceito por Israel e está à espera do Hamas, diz autoridade dos EUA

por nathanlopes
0 Comente
cessar-fogo-de-seis-semanas-basicamente-aceito-por-israel-e-esta-a-espera-do-hamas,-diz-autoridade-dos-eua

Os israelenses “basicamente aceitaram” uma proposta de cessar-fogo de seis semanas em Gaza, disse um alto funcionário do governo Biden a repórteres neste sábado (2). Uma segunda fase seria elaborada ao longo dessas seis semanas “para construir algo mais duradouro”.

O cessar-fogo de seis semanas permitiria a libertação dos reféns detidos em Gaza e o fluxo de ajuda para o enclave costeiro sitiado.

Esse funcionário disse que existe um “acordo-quadro” que Israel “mais ou menos aceitou”. O ponto crítico, disse o funcionário, é que o Hamas ainda não concordou com uma “categoria definida de reféns vulneráveis”.

Autoridades dos EUA disseram na sexta-feira (1º) que as negociações para chegar a um acordo de cessar-fogo para interromper os combates entre o Hamas e Israel em Gaza até o Ramadã – daqui a apenas uma semana – pareciam estar no caminho certo, mesmo depois de mais de 100 palestinos terem sido mortos na quinta-feira enquanto tentavam acesso a alimentos na Cidade de Gaza.

Na tarde de sexta-feira, o presidente Joe Biden apelou a um “cessar-fogo imediato”.

“Estamos tentando chegar a um acordo entre Israel e o Hamas sobre a devolução dos reféns e um cessar-fogo imediato em Gaza pelo menos durante as próximas seis semanas e para permitir o aumento da ajuda à Faixa de Gaza”, disse Biden durante uma reunião com a primeira-ministra italiana, Giorgia Meloni.

Autoridades dos EUA disseram na sexta-feira que não havia indicações de que as discussões tivessem sido significativamente prejudicadas por causa das mortes nos locais de ajuda, mas que isso depende de uma resposta esperada do Hamas ao que foi discutido em Paris e Doha, no Catar, na semana passada. Catar, Egito, Israel e os EUA estiveram envolvidos nessas negociações. Na quinta-feira (29), um representante do Hamas alertou, contudo, que as negociações poderiam ser afetadas.

Autoridades de vários países que têm sido fundamentais nas negociações do cessar-fogo ainda não opinaram sobre as notícias de sábado.

À medida que os esforços internacionais para mediar um cessar-fogo continuam, mais conversações estão planeadas no Cairo, disseram no sábado duas fontes familiarizadas com o assunto. Espera-se que negociadores dos EUA, Israel, Egito e Hamas participem, disse uma fonte diplomática familiarizada com as discussões. Não está claro se o Catar comparecerá. Israel pediu ao Hamas uma lista dos reféns, incluindo quem está vivo e quem está morto.

Também no sábado, um funcionário da Casa Branca disse que a vice-presidente Kamala Harris se reuniria na segunda-feira (4) com o membro do gabinete de guerra israelense, Benny Gantz, em meio à pressão dos EUA por um cessar-fogo temporário.

“A vice-presidente discutirá a urgência de garantir um acordo de reféns, o que permitiria um cessar-fogo temporário, e a necessidade de expandir e sustentar significativamente os fluxos de ajuda para Gaza, dada a terrível situação humanitária”, disse o funcionário, acrescentando que Harris iria reiterar que os EUA estão preparados para aumentar a ajuda através de lançamentos aéreos e de um corredor marítimo.

Harris esteve envolvido no planejamento do “dia seguinte” para Gaza – e essas discussões continuarão na segunda-feira com Gantz, que também deverá se reunir com o conselheiro de segurança nacional Jake Sullivan.

Um alto funcionário do governo disse na sexta-feira (1º) que os EUA ainda estão correndo para tentar conseguir um acordo até a linha de chegada até o Ramadã.

Biden havia dito no início da semana que esperava que houvesse um cessar-fogo em Gaza até segunda-feira (4), mas fez uma avaliação mista dessa possibilidade na sexta-feira, dizendo: “Acho que chegaremos lá, mas ainda não chegamos lá. E pode não chegar lá agora.”

Os envolvidos nas discussões disseram que um acordo provavelmente seria implementado em múltiplas fases e incluiria a libertação de um grupo de reféns israelenses – incluindo mulheres, crianças, idosos e reféns doentes – em troca de um número menor de prisioneiros palestinos do que o Hamas havia inicialmente exigiu.

A notícia do potencial cessar-fogo chegou no mesmo dia em que os EUA e a Jordânia lançaram ajuda humanitária por via aérea em Gaza, “parte de um esforço sustentado para levar mais ajuda a Gaza, inclusive através da expansão do fluxo de ajuda através de corredores e rotas terrestres”, disseram os EUA. Comando Central disse.

Após os lançamentos aéreos, Biden disse nas redes sociais que a quantidade de ajuda que flui para Gaza “não era suficiente”, acrescentando que os EUA “continuarão a fazer todos os esforços possíveis para obter mais ajuda”.

A postagem ecoou as observações feitas pelo presidente na Casa Branca na sexta-feira: “Vamos insistir para que Israel facilite mais caminhões e mais rotas para levar a cada vez mais pessoas a ajuda de que precisam, sem desculpas”, disse ele. “Vidas inocentes estão em risco e as vidas das crianças estão em risco.”

Esta história foi atualizada com informações adicionais.

*Colaboraram MJ Lee e Oren Liebermann

Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

inglês

versão original

você pode gostar

SAIBA QUEM SOMOS

Somos um dos maiores portais de noticias de toda nossa região, estamos focados em levar as melhores noticias até você, para que fique sempre atualizado com os acontecimentos do momento.

Facebook Twitter Youtube Linkedin Envelope Instagram

categorias noticias

noticias recentes

Charles 3º aparece com Camilla em seu primeiro cartão de Natal como rei Após 25 dias, cápsula de missão lunar sem tripulação cai no Oceano Pacífico Após contagem regressiva, luzes de árvore de Natal de Lisboa falham e vídeo...

as mais lidas

Charles 3º aparece com Camilla em seu primeiro cartão de Natal como rei Após 25 dias, cápsula de missão lunar sem tripulação cai no Oceano Pacífico Após contagem regressiva, luzes de árvore de Natal de Lisboa falham e vídeo viraliza “Nossa simples existência é ilegal”: russos LGBTQIA+ temem pelo futuro

News Post 2025 © Todos direitos reservados