terça-feira, maio 28, 2024
Home Economia Micro e pequenas empresas alavancam o aumento de empregos formais no Brasil

Micro e pequenas empresas alavancam o aumento de empregos formais no Brasil

por Dionisio Freitas
0 Comente
micro-e-pequenas-empresas-alavancam-o-aumento-de-empregos-formais-no-brasil

Vou começar esse post com duas perguntas: como você contribui para o crescimento econômico do país? A outra: você faz compras em grandes lojas ou favorece a mercearia do vizinho?

Talvez você já tenha entendido onde quero chegar, mas este não vai ser um texto técnico, tá? Vou te mostrar na prática como isso muda a nossa vida.

Há pelo menos seis anos a Ana trabalha entre 14 e 16 horas por dia. A rotina é preparar o café da família e logo em seguida correr para a loja, checar o estoque, conferir o caixa e conhecer quase todos os clientes pelo nome.

Tem um minimercado na zona norte de São Paulo. Usou toda a rescisão de trabalho para montar o negócio inicial, uma mercearia. Começou ao lado do marido, hoje tem sete funcionários, além de uma boa diversidade de marcas e produtos.

[adning id="2818"]

“No começo foi difícil competir com as grandes redes. Os clientes reclamavam do preço, da diversidade, mas aos poucos foi importante ouvir o que queriam e eu tentava atender a demanda”, fala a empresária Ana Espíndola.

Segundo a comerciante, ela conseguiu encontrar no treinamento de funcionários e diversidade de hortaliças o diferencial para atrair os clientes e hoje ostenta novos sonhos. “Queremos crescer e tudo o que aconteceu foi por conta da comunidade que nos apoiou”, diz.

Um estudo feito pelo Sebrae usando dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged) apontou que em 2023 as micro e pequenas empresas geraram 1,26 milhão de postos de trabalho. Isso representa 71% do total de vagas criadas ano passado. O levantamento mostrou também que as médias e grandes empresas geraram 372,4 mil vagas (21% do total).

“É de extrema importância para o desenvolvimento social e econômico do nosso país, criando novos postos de trabalho, geramos automaticamente bem-estar para as pessoas, além da geração de consumo, redução da pobreza e desigualdade social”, diz o empresário Edson Gregório.

O sonho de empreender de Edson começou em 2009 com a importação direta e venda ou locação de contadoras de cédulas e moedas, um serviço que incluía assistência técnica e manutenção preventiva e corretiva para clientes do segmento bancário ou transporte de valores e comércios.

Com o advento do dinheiro de plástico ou transações Pix, ampliou seu catálogo de serviços e passou a importar diversos eletroportáteis e eletrônicos ao perceber a mudança de mercado e aceitação do público. Hoje agrega mais de 55 produtos catalogados em diversos segmentos.

A empresa cadastrada como EPP (empresa de pequeno porte) começou com três empregos CLT e dois estagiários. Hoje conta com 16 empregos de carteira assinada, cinco estagiários, além de 25 parceiros prestadores de serviços em todo o Brasil.

“Investimos constantemente em treinamentos para ampliar o conhecimento e as habilidades técnicas. Temos estabelecido planos de cargos e salários com constante revisão, fornecemos feedbacks para conscientizar sobre os pontos fortes e fracos, reconhecemos e recompensamos os colaboradores que se destacam ao longo do mês e ao final do ano através de bônus. Notar diariamente que a equipe está motivada, deseja o crescimento da empresa, que sinta que faz parte do negócio e abrace a empresa compartilhando dos mesmos sonhos, agarrando as metas e trabalhando junto na solução das falhas”, diz Edson, que se define como uma alma empreendedora.

“Quando surgiu a oportunidade de abertura da Countertech recebi como um grande projeto onde eu poderia desenvolver diferentes estratégias dentro do mundo comercial, isso continua acontecendo e o resultado mostra através do nosso crescimento ao longo dos anos”, finaliza.

Mas isso acontece porque ambos os entrevistados identificaram necessidades de mercado, não tiveram medo dos esforços e desafios. Contaram com segmentos e consumidores que acreditaram no novo micro e pequeno empreendedor e puderam cumprir metas e uma função social: gerar empregos e novos sonhos.

Acho que agora consegui explicar, não é mesmo?  Economia melhor e mais forte depende de oportunidades e investimentos, que às vezes está em nossas mãos. Qual seu papel em tudo isso?

você pode gostar

SAIBA QUEM SOMOS

Somos um dos maiores portais de noticias de toda nossa região, estamos focados em levar as melhores noticias até você, para que fique sempre atualizado com os acontecimentos do momento.

Facebook Twitter Youtube Linkedin Envelope Instagram

categorias noticias

noticias recentes

Charles 3º aparece com Camilla em seu primeiro cartão de Natal como rei Após 25 dias, cápsula de missão lunar sem tripulação cai no Oceano Pacífico Após contagem regressiva, luzes de árvore de Natal de Lisboa falham e vídeo...

as mais lidas

Charles 3º aparece com Camilla em seu primeiro cartão de Natal como rei Após 25 dias, cápsula de missão lunar sem tripulação cai no Oceano Pacífico Após contagem regressiva, luzes de árvore de Natal de Lisboa falham e vídeo viraliza “Nossa simples existência é ilegal”: russos LGBTQIA+ temem pelo futuro

News Post 2025 © Todos direitos reservados