domingo, abril 14, 2024
Home Saúde Ministra da Saúde lança programa que visa reduzir espera por tratamento no SUS

Ministra da Saúde lança programa que visa reduzir espera por tratamento no SUS

por Plinio Aguiar do R7 em Brasilia
0 Comente
ministra-da-saude-lanca-programa-que-visa-reduzir-espera-por-tratamento-no-sus

A ministra da Saúde, Nísia Trindade, informou nesta segunda-feira (8) novas medidas relacionadas à atenção primária, ampliação do acesso a profissionais especialistas na rede pública de saúde e a digitalização. Entre as novidades, estão aumento da carga horária nas unidades básicas de saúde e regras para distribuição de recursos federais para gestores locais.

Trindade lançou o ciclo integral de cuidado à população brasileira, com esses três focos. Anteriormente, o foco era nos procedimentos, consultas e exames, feitos em lugares diferentes e sem integração dos profissionais. Agora, o modelo vai se concentrar na atenção do paciente e suas necessidades, reduzindo a quantidade de lugares que precisa ir e integrando os exames e consultas e o acompanhamento.

A pasta determinou a ampliação no horário de atendimento nas unidades básicas de saúde, com mais equipes até 22h. A meta do Ministério da Saúde é criar, por ano, até 2026, 2.360 equipes de saúde da família, 3.030 equipes de saúde bucal e 1.000 multiprofissionais. Com isso, a previsão é chegar em 80% na cobertura de pessoas com acesso e atendimento de qualidade na atenção primária.

Para ampliar o acesso da população a profissionais especialistas, a pasta criou um modelo de cuidado com maior oferta de consultas, exames e cirurgias, de forma humanizada. A linha se dá da seguinte forma: atendimento, telessaúde, especialista, exames necessários, planos terapêuticos individuais, resolução e acompanhamento.

Atualmente, os serviços públicos e privados da rede de saúde recebem recursos e são avaliados por fazer procedimentos, como consultas e exames. Até hoje, essa era o foco, e não o cuidado das pessoas de um modo integral. “Poder realizar uma mamografia ou uma biopsia ainda no início de um câncer é essencial, mas tão importante é ir atrás dessa pessoa e garantir a ela um tratamento o mais rápido possível”, argumenta o ministério.

Em 2024, a Saúde determinou um novo modelo de pagamento que, além de aumentar os recursos para o setor, foca na realização do ciclo de cuidado e no tempo máximo para que isso aconteça. O resultado será o foco no cidadão visto como um todo, e não na realização de um exame isoladamente. Para isso, os recursos só serão repassados aos gestores locais se utilizarem no custeio dos serviços públicos e contratação da rede privada, caso realizam as consultas e exames para um paciente num tempo máximo determinado. “Esse modelo ganha relevância, por exemplo, na investigação diagnóstica dos casos de suspeitas de câncer”, diz a pasta.

Outra novidade anunciada por Nísia diz respeito ao aplicativo Meu SUS Digital. A meta é permitir que cada cidadão e profissional de saúde possa monitorar o paciente por meio da tecnologia, que emite carteira de vacinação, documento para retirada de absorventes pelo Farmácia Popular e acompanhamento em tempo real da fila de transplantes.

você pode gostar

SAIBA QUEM SOMOS

Somos um dos maiores portais de noticias de toda nossa região, estamos focados em levar as melhores noticias até você, para que fique sempre atualizado com os acontecimentos do momento.

categorias noticias

noticias recentes

as mais lidas

News Post 2025 © Todos direitos reservados