domingo, abril 14, 2024
Home Esportes No Rio, Goytacaz pede licença e não vai jogar em 2024

No Rio, Goytacaz pede licença e não vai jogar em 2024

por Jogada 10
0 Comente
no-rio,-goytacaz-pede-licenca-e-nao-vai-jogar-em-2024

O Goytacaz, considerado  o clube de maior torcida do Rio após os quatro grandes e o América, divulgou em suas redes sociais que está se licenciando de todas as disputas de 2024. Na nota, em tom de desabafo, o clube que hoje está na Série B1 do Carioca (a Terceirona) criticou a Ferj, a prefeitura de sua cidade, Campos, e a falta de investidores para tomar a atitude extrema. Assim, tentará arrumar as finanças para voltar às disputas a partir de 2025. Eis um trecho da nota:

” (…) Diante dos valores praticados pela Federação do Rio e o absurdo do acesso às Séries principais, com apenas um clube subindo de divisão (…). Sendo assim, sem qualquer auxílio por parte do poder público de um município abastado financeiramente (…), E sem auxílio de nenhum investidor, decide pedir licença dos campeonatos estaduais que disputaria em 2024.”

Ferj se pronuncia

Ao ser procurada para falar sobre a decisão do Goytacaz, a Federação de Futebol do Rio (Ferj) disse que ainda não recebeu um comunicado oficial. Mas que, se isso vier a ocorrer, fará os trâmites regulamentares, dando a licença ao clube. Porém, automaticamente o rebaixará para a divisão seguinte, no caso a Quarta Divisão. Aliás, o Goytacaz seria o segundo a tomar tal atitude. Há dias, o Barra da Tijuca pediu o seu licenciamento por um ano. Automaticamente caiu da B1 para a B2. E disse que não procede a crítica sobre o regulamento, pois ele é tomado em conselho com as próprias agremiações.

Todos os regulamentos das competições são debatidos, em Conselho Arbitral, pelos clubes, responsáveis pela aprovação ou não. Isso inclui desde fórmula de disputa a acesso e descenso”, disse a Ferj em nota.

Raio-x do Goytacaz

Fundado em 20/8/1912, o Goytacaz, além de torcida numerosa no Norte do estado,  ostenta 21 campeonatos campistas e cinco campeonatos Fluminenses. A partir de 1976, com a fusão dos estados do Rio e da Guanabara, passou a disputar o Cariocão. Seus melhores resultados foram nos anos 80. Porém, desde 1993 não joga na elite. Já esteve na Repescagem do Carioca na década passada, mas jamais avançançando à fase de grupos. Nacionalmente, disputou a elite do Brasileirao nos anos 70. Em 1985 teve seu maior êxito: foi vice campeão do que é hoje a Série B do Brasileiro. Porém, naquele ano, apenas o campeão (Tuna Luso-PA) avançou.

O clube campista revelou jogadores de renome, como Amaro (destaque da Seleção Brasileira nos anos 20). Mas o maior deles foi Amarildo Possesso, destaque do Brasil na campanha do bicampeonato mundial em 1962.

A agremiação de Campos dos Goytacazes que desde os anos 1993 não joga a elite do Cariocão (em 2018 e 2019 jogou a repescagem, mas não avançou à fase principal. Em 2023 (após subir da B2) caiu na semifinal da B1, perdendo a chance de voltar à Segundona, divisão que é o clube com mais participações.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter,Instagram e Facebook.

você pode gostar

SAIBA QUEM SOMOS

Somos um dos maiores portais de noticias de toda nossa região, estamos focados em levar as melhores noticias até você, para que fique sempre atualizado com os acontecimentos do momento.

categorias noticias

noticias recentes

as mais lidas

News Post 2025 © Todos direitos reservados