sábado, maio 18, 2024
Home Economia Pit Bull invade escola e deixa três crianças de 9 e 10 anos feridas

Pit Bull invade escola e deixa três crianças de 9 e 10 anos feridas

por Folha Financeira
0 Comente
pit-bull-invade-escola-e-deixa-tres-criancas-de-9-e-10-anos-feridas

Três crianças, com idades entre 9 e 10 anos, viveram momentos de terror em uma escola municipal de Catalão, no sudeste goiano, quando um filhote de cachorro da raça Pit Bull invadiu o refeitório da unidade escolar. Os pequenos se viram obrigados a buscar proteção, subindo nas mesas, enquanto o animal percorria o local. Os ferimentos foram causados pela pata do cachorro, que não chegou a morder ninguém.

As cenas de pânico foram registradas em vídeos que circularam nas redes sociais, mostrando o momento em que o Pit Bull entra na escola e as crianças tentam desesperadamente se proteger. O animal, um filhote, não chegou a morder ninguém, mas seus movimentos causaram arranhões leves nos alunos, que foram tratados no local.

A Secretaria Municipal de Educação confirmou que nenhum dos estudantes foi mordido, e os ferimentos foram apenas arranhões causados pela pata do cachorro. O incidente ocorreu na Escola Municipal Cristina de Cássia Rodovalho, localizada no Setor Santa Cruz, na última segunda-feira (25).

crianças são atacadas por cachorro
Pit Bull invade escola e deixa três crianças de 9 e 10 anos feridas 2

Resgate e providências legais

O Corpo de Bombeiros foi acionado para a ocorrência e resgatou o animal, que foi levado ao batalhão dos bombeiros de Catalão. Até o momento, o dono do cachorro não foi encontrado. Caso o responsável pelo animal não seja localizado, ele deverá ser encaminhado para uma ONG e disponibilizado para adoção.

A comunidade escolar está em alerta após o incidente e espera que medidas sejam tomadas para garantir a segurança dos alunos. A invasão do Pit Bull levanta questões sobre a necessidade de maior controle dos animais de estimação nas proximidades de instituições de ensino, bem como sobre a importância da conscientização dos donos sobre os cuidados e responsabilidades relacionadas à criação de animais de grande porte.

Perigos que as crianças correram por serem atacadas por um cachorro

As mordidas de cachorro podem resultar em ferimentos graves e transmitir doenças, devido à presença de microrganismos na saliva do animal. Mesmo que o risco de infecção seja maior em casos de mordidas profundas, lesões menores também exigem atenção, pois podem levar a complicações se não forem tratadas adequadamente. É essencial agir prontamente em caso de mordida de cachorro, seguindo os primeiros socorros básicos, como lavar o ferimento com água e sabão, estancar o sangramento e buscar assistência médica.

A raiva é uma das principais preocupações associadas às mordidas de cachorro, pois é uma doença viral grave transmitida pela saliva do animal infectado. Se a vacinação do cachorro contra a raiva não estiver atualizada ou desconhecida, a vítima deve receber imunização contra a doença. Além disso, outros riscos incluem infecções bacterianas, como a osteomielite e a tenossinovite, que podem resultar de mordidas profundas.

É importante estar ciente dos sinais de infecção, como vermelhidão, inchaço, dor intensa e febre, e procurar atendimento médico se esses sintomas ocorrerem após uma mordida de cachorro. A prevenção é fundamental, e manter os cães devidamente vacinados contra a raiva é uma medida crucial para proteger tanto os animais quanto os humanos. Em suma, a prontidão para agir e a conscientização sobre os riscos associados às mordidas de cachorro são essenciais para garantir uma resposta adequada e prevenir complicações graves.

você pode gostar

SAIBA QUEM SOMOS

Somos um dos maiores portais de noticias de toda nossa região, estamos focados em levar as melhores noticias até você, para que fique sempre atualizado com os acontecimentos do momento.

Facebook Twitter Youtube Linkedin Envelope Instagram

categorias noticias

noticias recentes

Charles 3º aparece com Camilla em seu primeiro cartão de Natal como rei Após 25 dias, cápsula de missão lunar sem tripulação cai no Oceano Pacífico Após contagem regressiva, luzes de árvore de Natal de Lisboa falham e vídeo...

as mais lidas

Charles 3º aparece com Camilla em seu primeiro cartão de Natal como rei Após 25 dias, cápsula de missão lunar sem tripulação cai no Oceano Pacífico Após contagem regressiva, luzes de árvore de Natal de Lisboa falham e vídeo viraliza “Nossa simples existência é ilegal”: russos LGBTQIA+ temem pelo futuro

News Post 2025 © Todos direitos reservados