terça-feira, abril 16, 2024
Home Brasil TJSP determina que Vale-Transporte volte a permitir 4 embarques por cobrança de tarifa na capital paulista

TJSP determina que Vale-Transporte volte a permitir 4 embarques por cobrança de tarifa na capital paulista

por luisacerne
0 Comente
tjsp-determina-que-vale-transporte-volte-a-permitir-4-embarques-por-cobranca-de-tarifa-na-capital-paulista

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) determinou que o Vale-Transporte (VT) volte a permitir quatro embarques a partir da cobrança de uma única tarifa, como ocorre com usuários do Bilhete Único Comum. A decisão também conta com a redução da tarifa para R$ 4,40 e condena a Prefeitura de São Paulo por danos morais coletivos.

A determinação do TJSP acontece após um pedido feito pelo Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) e pela Defensoria Pública do Estado de São Paulo que afirmam ser ilegais os artigos da Portaria nº 189/2018 e do Decreto Municipal nº 58.639/2019 que previam a cobrança diferenciada do valor do Vale-Transporte em relação ao Bilhete Único Comum.

Segundo decisão da Justiça, a Prefeitura de São Paulo foi condenada a pagar R$ 4 milhões por danos morais coletivos, que serão destinados ao Fundo Estadual de Defesa dos Interesses Difusos do Estado de São Paulo e à indenização dos consumidores.

Em nota, o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) disse que as entidades avaliam como atuar nas Cortes Superiores para garantir a aplicação da decisão.

“O TJSP não estabeleceu data para que a determinação comece a valer. Tampouco aceitou o pedido do Idec e da Defensoria para que os usuários do VT sejam individualmente ressarcidos pelo valor pago a mais nos últimos 4 anos”, escreveu.

Segundo o instituto, é possível que eles apresentem um recurso no Superior Tribunal de Justiça (STJ) e também no Supremo Tribunal Federal (STF).

“Além disso, estamos avaliando a possibilidade de ações para a imediata aplicação da decisão sobre a ampliação do número de embarques”, afirma Rafael Calabria, coordenador do Programa de Mobilidade Urbana do Idec.

Vale-Transporte e Bilhete Único Comum

Em dezembro de 2018, durante a gestão do ex-prefeito de São Paulo, Bruno Covas, foi publicada uma portaria da Secretaria Municipal de Transportes que previa os valores de R$ 4,57 (hoje R$ 5,49) para a tarifa do Vale-Transporte na capital e R$ 4,30 (hoje R$ 5,00) para a tarifa do Bilhete Único Comum.

Além dessa diferença, pela nova regra, o Bilhete Único Comum permite até quatro embarques em um período de três horas, enquanto para os usuários de Vale-Transporte são possíveis apenas dois embarques.

Segundo Rafael Calabria, coordenador do Programa de Mobilidade Urbana do Idec, para defender as mudanças do VT, a administração municipal tem distorcido a compreensão do texto da Lei 7.418/85, que regulamenta o assunto. Segundo ele, descontos concedidos na tarifa comum não podem vigorar para a tarifa do Vale-Transporte.

“Desconto seria, por exemplo, a redução no preço da tarifa que a CPTM oferece em determinados horários para estimular o uso do transporte naquele período”, disse o coordenador.

O coordenador explica que a prefeitura insiste em colocar o subsídio da tarifa e as integrações nessa mesma categoria.

“Isso não é desconto, são valores que integram o cálculo geral de funcionamento do sistema. As baldeações são parte essencial da forma de se deslocar no transporte público, portanto um direito do usuário, já que a rede de transportes da capital foi planejada pensando nas integrações. A lei é muito clara, a tarifa do VT deve ser igual àquela válida para os usuários comuns”, critica.

Procurada pela CNN, a assessoria de imprensa da Prefeitura de São Paulo informou que não houve notificação. “Quando for acionada, analisará o tema e serão adotadas as medidas cabíveis”, acrescentou o comunicado.

você pode gostar

SAIBA QUEM SOMOS

Somos um dos maiores portais de noticias de toda nossa região, estamos focados em levar as melhores noticias até você, para que fique sempre atualizado com os acontecimentos do momento.

categorias noticias

noticias recentes

as mais lidas

News Post 2025 © Todos direitos reservados